fbpx
Escolha uma Página

Interação com máquinas? Será mesmo que a URA Reversa pode ser tão positiva assim para um negócio, sendo considerada até um vendedor automático?

Se você está preparado para transformar o seu atendimento, precisa conhecer a URA Reversa.

Esse é um sistema feito para facilitar o dia a dia nos call centers, promovendo um aumento de produtividade gigantesco na equipe, além de melhorar drasticamente a qualidade do atendimento oferecido ao cliente.

Parece loucura, não é? Será mesmo que um robô pode ser capaz de resolver tantas questões de forma automática?

Pois bem, isso é só uma pontinha do iceberg, quando falamos sobre URA Reversa.

Bateu a curiosidade para entender mais sobre o que é, como funciona, qual é a diferença da URA Reversa para a convencional e até mesmo como o seu negócio pode se beneficiar com isso?

Se sim, acredite, o melhor caminho é seguir a leitura. Continue e entenda TUDO sobre esse recurso que revoluciona a forma como o atendimento ao cliente é realizado.

O que é a URA Reversa?

Para entender o que é URA Reversa, é necessário compreender o que exatamente é URA.

Talvez você saiba, ou talvez não, mas URA é a sigla de Unidade de Resposta Audível.

Esse sistema faz o reconhecimento de dígitos e voz e, com isso, sua principal função é realizar transferências e encaminhamentos de ligações para atendentes reais, humanos.

Além de transferência e encaminhamento de ligações, realizando uma “triagem”, a URA também pode resolver algumas questões rápidas, sem que a pessoa do outro lado tenha que aguardar por um atendente.

Você pode até não ter esse sistema, mas com toda certeza já esteve em contato com uma URA…

Já fez uma ligação onde você precisou digitar um número, ou falar determinada opção em voz alta, para receber uma resposta?

Se sim, essa é a famosa URA.

Para que a URA, seja efetiva e ajude no negócio, como um vendedor automático mesmo, é importante saber utilizá-la da forma correta.

Realmente, ninguém gosta de passar horas a fio aguardando uma resposta que nunca chega, e, por esse motivo, é importante realizar um planejamento e estudo antes de colocar uma URA no ar.

URA Reversa

Entendido o que é URA, e a importância de saber utilizá-la da forma correta para garantir bons resultados, agora é hora de entender o que muda para a URA Reversa.

A URA Reversa, como o próprio nome entrega, faz o caminho contrário da URA convencional, então ao invés de funcionar de maneira receptiva, a URA Reversa passa a realizar o contato inicial do atendimento, oferecendo ao cliente uma maior possibilidade de interação.

Por falar em interação, a URA Reversa é conhecida por isso.

Afinal, depois de realizado o atendimento inicial, é apresentado um menu de navegação, onde o cliente pode selecionar a opção desejada e ter “autonomia” para resolver seu problema, isso, claro, além de ser mais rápido, né?

Além disso, uma característica bem marcante da URA Reversa é a possibilidade de direcionar o cliente para um atendente, de forma que ele dê sequência à resolução da demanda.

O que o meu negócio ganha ao utilizar a URA Reversa?

Vamos lá. Quando o assunto é URA Reversa, o principal ganho que o seu negócio terá é uma maior otimização do trabalho dos seus colaboradores, o que reflete – e MUITO – na produtividade de toda a operação.

Essa triagem funciona fazendo o trabalho de discagem e oferta do produtos/serviço.

E sabe o que isso significa? Mais dinheiro no caixa da empresa, já que existe um aumento de respostas positivas quando utilizamos a URA Reversa na cobrança de pagamentos.

Outro ponto super positivo que a sua empresa terá ao contar com a URA Reversa, é o aprimoramento do atendimento.

Vamos combinar? O cliente fica muito mais envolvido quando, ao invés de ter que aguardar na ligação por minutos, pode resolver sua demanda interagindo com o menu de navegação.

A primeira etapa do atendimento, ainda que isso não esteja explícito, é realizada pelo próprio cliente.

Sem travar o fluxo da operação, tudo fica muito mais fluído e rápido. 

No caso de clínicas e consultórios, é possível integrar o sistema à telefonia e realizar a confirmação das consultas agendadas de forma automática.

Com essa prática, o sistema liga pro destino, toca um áudio (ex: Sua consulta está agendada para 23 de junho, às 09 horas. Para confirmar, digite 1. Para cancelar, digite 2. Para reagendar a consulta, digite 3).

Bacana, não é? Automatizar esse tipo de atendimento facilita bastante o dia a dia da empresa.

Para finalizar, no caso de oferta de produtos e serviços, a empresa pode fazer o upload de uma lista para campanha de URA Reversa.

Quer um exemplo? Vamos lá…

Sua empresa pode gravar um áudio do garoto propaganda convidando para aproveitar as ofertas. Se o cliente demonstrar interesse, pode falar com um atendente.

A URA Reversa é um atalho e, como você mesmo viu, pode funcionar, sim, como um vendedor automático para o seu negócio. Não existem limites, ele foi criado para automatizar atendimentos, então use isso ao seu favor.

Conclusão: O mercado está caminhando, acompanhe-o

Sejamos sinceros, tudo está mudando. Um dia temos uma solução, no outro ela passa por adaptações e temos que rever tudo outra vez.

Vale a pena continuar com o atendimento “do passado”, quando você pode ter um sistema que além de solucionar boa parte do atendimento, desocupa seu time, fazendo-os dedicar uma maior energia no que realmente importa?

Não, né? Não faz sentido deixar de utilizar a URA Reversa para automatizar processos que, no final, só estão tomando todo o tempo da sua equipe.

A URA Reversa é um aliado, então será como um membro da equipe, mas muito mais focado em resolver esses gaps que sabemos que o atendimento acaba possuindo.

Você também pode gostar de ler